quinta-feira, 30 de maio de 2013

Para onde está indo os R$ 950,00 dos Agentes Comunitários de Saúde?


No último dia 28, terça-feira, o vereador Fred Machado (PSD) apresentou durante uma sessão um requerimento solicitando informações sobre os recursos federais destinados aos agentes comunitários de Saúde da cidade Campos dos Goytacazes - RJ.Geralmente os pedidos de natureza equivalentes não obtém êxito, diante da pressão das gestões. No caso da solicitação do vereador Fred espera-se que ocorra um resultado diferente. Esta é a expectativa da MNAS - Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde (ACS/ACE).

Ao contrário dos outros pedidos de informação que são constantemente desarticulados, o requerimento do vereador Fred foi aprovado por unanimidade. Isso já estabelece um diferencial positivo, garante Samuel Camêlo, coordenador geral da MNAS.

O vereador Paulo Hirano (PR) também se posicionou sobre assunto e defendeu: “Creio que essas informações são importantes e o governo vai se posicionar com transparência e esclarecer todas as dúvidas.”

O parlamentar Fred Machado assumiu ter tomado essa postura após ter sido procurado pelos agentes de saúde. "Esperamos que esse exemplo seja seguido pelos demais parlamentares, quando provocado pelos trabalhadores," concluiu Samuel Camêlo.  

Matéria histórica
Repasse dos ACS: Tribunal de Contas e Ministério Público manifestam-se contra a farra nas Secretarias de Saúde. Leia em Clique aqui!


Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude 
Blog da MNAS: www.agentesdesaude.com.br
 

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Agentes de Saúde do Recife vão à luta sem o SINDACS-PE


Neste momento os GUERREIROS E GUERREIRAS, Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias do Recife, estão na SEGTES/DGGTes - Secretaria de Saúde do Recife, localizada no bairro do Espinheiro - sem a presença da diretoria do SINDACS-PE. Liderada pelo ACS Fernando Severino, a articulação independente, que acontece hoje, 28/05/2013, é uma manifestação da indignação sobre a "política da boa vizinhança" que o sindicato tem feito com a gestão do novo prefeito da capital pernambucana, Geraldo Júlio (PSB/PE). Alguns profissionais não encontram fundamento lógico para o caso das disparidades absurdas entre o valor do salário base pago na capital e os praticados nos municípios da Região Metropolitana, como é o caso de Barreiros,  com salário base de 1.379,20, totalmente divergente com o valor pago no Recife, que é de R$ 673,94.


As principais reivindicações da categoria são por melhores condições de trabalho e que o repasse dos R$ 950,00, conforme a Portaria 260/13, seja garantido integralmente.

> Acompanhe essa luta pelo Facebook, acessando o Grupo ACS e ACE de Pernambuco
> Veja essa notícia no Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil no Facebook

MANS tem alertado aos ACS e ASACE

A MANS - Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde tem alertado a categoria sobre os riscos ocasionados pela inércia na representação do SINDACS-PE. Uma instituição que já fez história no cenário nacional, contudo, tem perdido a força por ausência de habilidade de usa diretoria executiva. Sabemos que há diretores que não aceitam a “metodologia” de trabalho adotada pelos ocupantes desse mandato que, pelo que estamos vendo, poderá ter fim no próximo ano.


Indignação que vem do interior da Região Metropolitana do Recife

O descontentamento sobre a forma de atuação do SINDACS-PE não está concentrada apenas no Recife, em outras cidades da Região Metropolitana é possível contemplar manifestações de descontentamento pela falta de assistência, como é o caso Caruaru, Bom Jardim etc.


Tentativa de desarticulação do movimento

Desesperados com a reação da categoria à inércia sindicalista, a executiva do SINDACS-PE tentou desmobilizar a categoria para o evento de hoje. A tentativa foi fã, os trabalhadores não atenderam o apelo para o não comparecimento e responderam ao apelo do agente de saúde Fernando Severino da Silva, que encabeçou o movimento.


O SINDACS-PE tem manifesto que não tem interesse em defender o trabalhador

Parece piada, mas, é uma realidade inquestionável:  O SINDACS-PE tem manifesto que não tem interesse em defender o trabalhador. Embora a instituição exista para defender os interesses da categoria, ela “perdeu de vista” o entendimento sobre esse propósito. Não podemos esquecer de que existe uma minoria que resiste, lutando contra a inércia da maioria, contudo, esta não predomina contra a imposição improdutiva dominante.

Com esse despertamento, quem sabe, se os prejuízos já acumulados pela categoria não é amenizado.




Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude 
Fonte: www.agentesdesaude.com.br

Câmara Municipal de Palmares (PE) a um passo do novo Piso Municipal



EXCLUSIVO
Câmara Municipal de Palmares (PE) a um passo do novo Piso Municipal

A Câmara Municipal de Palmares (PE), com base na Portaria 260 de 21 de fevereiro de 2013, do Ministério da Saúde, estabeleceu os primeiros passos em busca da aprovação do Piso Salarial Municipal dos Agentes de Saúde. O Projeto de Lei (PL) tem aprovação da maioria e será apreciado na câmara na próxima semana.
No evento relacionado à aprovação do PL, além da participação da categoria, o evento contou com a presença de Fátima Lima, Secretária Geral do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias da Mata Sul de Pernambuco  - SINDACSE-PE, um dos  principais nomes responsável pela aprovação da proposta, juntamente com o vereador Givanildo Marques.  Também estava presente ao evento o Presidente do SINDACSE-PE, Domes Filho e a Secretária de Saúde do município, Lucrecia Sales.


A força parlamentar

É de suma relevância destacar a atuação do vereador Givanildo Marques, parlamentar que representa os agentes de saúde em Palmares. Indubitavelmente que o êxito obtido pelos profissionais não seria o mesmo sem a representatividade do vereador.


Um luta nacional

A luta pelo estabelecimento do Piso Salarial Municipal tem se tornado uma realidade prática a cada dia. Estamos contemplando uma tendência que se projeta mais e mais a cada dia. Como defendemos à aproximadamente dois anos, esse é o caminho mais objetivo para a consolidação da luta por melhores condições de trabalho. A luta regionalizada tem demonstrado melhores resultados. Esperar por promessas de Brasília, por quase uma década, somente representou perca de tempo.
Hoje, identificamos que precisamos unir força, nos organizarmos e garantir o que é possível!


#Juntos Somos Mais Fortes!  

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS

Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)
Blog da MNAS: www.agentesdesaude.com.br

sexta-feira, 24 de maio de 2013

AGENTES DE PARNAMIRIM DIZEM NÃO A PROPOSTA DE REAJUSTE OFERECIDA PELO SECRETÁRIO

No dia 20 de maio, os Secretário de Saúde e Procurador, convidaram o SINDAS de última hora para oferecer uma proposta de reajuste de R$120,00 os agentes comunitários e de endemias de Parnamirim. No dia 21 nos reunimos em assembleia e a categoria foi contra a proposta e deliberou pela retirada do indicativo de greve para o dia 24/05/52013. Após a assembleia ganhamos as ruas e fomos até a Secretaria de Saúde, dá a resposta ao Secretário Marcio Cesar.



A contou com a presença massiva dos agentes, que estão disposta a deflagrar greve se todas as pautas não forem atendidas. A proposta oferecida pela Prefeitura foi recusada por 100% dos agentes, que em alto e bom som na frente da SMS reprovaram o reajuste insignificativo oferecido, em face, de já termos, em outros momentos, aberto mão da Portaria Federal por um plano de cargos que não saiu do papel.










Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
Blog da MNAS: www.agentesdesaude.com.br
Fonte:  www.cosmomariz.com

domingo, 5 de maio de 2013

Agentes em Greve: População teme riscos de doenças

Categoria reivindica por melhores condições de trabalho, que segundo a SMS, encontra-se em mesa de negociação

Os agentes comunitários de saúde e endemias da Prefeitura de Fortaleza continuam em estado de greve. Pelo menos 20% da categoria paralisaram as atividades desde o último dia 19 de abril, deixando a população mais vulnerável a doenças típicas da estação. Ontem, pela manhã, a categoria foi recebida por uma comitiva de vereadores na Câmara Municipal.

Nas últimas semanas, a maior parte dos trabalhos realizados está sendo de forma educativa. Sindicato confiscou parte do material FOTO: FABIANE DE PAULA

Desde a última segunda-feira (29), as chuvas estão se tornando frequentes nas manhãs da Capital cearense. O problema é que, com a mudança de tempo, os casos de gripe, viroses e dengue aumentam. Segundo dados da Secretária Municipal de Saúde (SMS), já foram registrados dois casos de morte por gripe do tipo H1N1, por isso, a campanha de vacinação foi estendida até o dia 10 de maio. Com a paralisação dos agentes, as visitas às comunidades com a intenção de prevenir as patologias mais sérias estão cada vez mais difíceis, segundo relatou o caminhoneiro Eusílio de Assis.

"Toda semana tinha um agente passando na rua, fosse pra olhar se tinha foco de dengue ou para verificar os moradores. Mas, nestes dias, eles não passaram e a gente se preocupa, porque sempre escuto alguém dizendo que está gripado. Minha filha foi ao hospital com virose".

Nas últimas semanas, a maior parte dos trabalhos realizados está sendo educativa, utilizando apenas papel e caneta, pois o Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Endemias confiscou parte dos instrumentos de trabalho a fim de pressionar a Prefeitura de Fortaleza e a SMS a tomarem uma rápida decisão. "Queremos uma resposta positiva e rápida, porque a população é quem mais sofre com a greve. Mas também não podemos continuar trabalhando, recebendo baixos salários e sem ganhar sequer um protetor solar ou papel e lápis. Queremos mudanças", declarou o presidente do sindicato, Luis Cláudio Souza.

Apesar do período de maior índice de ocorrências de doenças e da necessidade do trabalho dos agentes em campo, o coordenador de Vigilância Ambiental da Secretária de Saúde de Fortaleza, Nelio Morais, considera a paralisação um fracasso.

Segundo ele, os pedidos de melhores condições de trabalho são justos e já estão sendo atendidos, mas a questão salarial deve ser discutida sem ameaçar a saúde da população. "A Prefeitura de Fortaleza adotou uma mesa de negociação", acrescentou.

A categoria foi recebida, ontem, pela Comissão de Negociação da Câmara Municipal de Fortaleza, e o encontro resultou na tentativa, por parte da vereadora Cláudia Gomes, de se marcar uma reunião para a quinta-feira (2) com a Secretaria Municipal de Saúde, conforme esclareceu Luis Cláudio Souza. "Não concordamos com a forma como está sendo conduzida a negociação", disse. Independente disso, ressaltou, o movimento seguirá.

Atividades

Nos arredores da Lagoa da Parangaba, agentes de saúde decidiram não parar as atividades. No bairro, são realizados dois trabalhos, os comunitários de saúde, que verificam pressão arterial, nível de diabetes, acompanhamento de gestantes e vacinação, e os endêmicos, que conscientizam a população sobre o cuidado com os focos de dengue e leishmaniose.

"Não vou parar de trabalhar e de cuidar dos moradores daqui. Eles precisam da gente. Quero que essa greve acabe o mais rápido possível", contou a agente de saúde Jamaica de Oliveira.

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
Jornal dos ACS e ACE: bit.ly/MNASJornal
MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude 
No Grupo Yahoo!: br.groups.yahoo.com/group/agentedesaude 
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum 
Blog da MNAS: www.agentesdesaude.com.br
Fonte: diariodonordeste.globo.com

EM QUALQUER SITUAÇÃO - Agente de saúde que atua em residências receberá insalubridade


Deve ser deferido ao profissional de saúde o adicional de insalubridade, independentemente do local em que exerça sua função. Foi com esse entendimento que a Sétima Turma do TST (Tribunal Superior do Trabalho) reconheceu o direito de uma agente comunitária de saúde de receber o adicional, ainda que trabalhe na residência dos pacientes, e não em estabelecimentos destinados especificamente aos cuidados com a saúde humana.

 "O risco está em todos os locais em que há contato com vírus e bactérias", disse o relator do recurso de revista, ministro Luiz Philippe Vieira de Mello Filho. Segundo ele, se o contato ocorre em atendimento domiciliar, quando o agente comunitário atua no tratamento, reabilitação e manutenção da saúde dos pacientes, ali existe a possibilidade de contágio devido ao contato com agentes biológicos.

Os procedimentos de tratamento, reabilitação e manutenção de portadores de hanseníase ou tuberculose, que recebem visitas periódicas dos agentes de saúde em casa para administração de medicamentos e acompanhamento, além do atendimento pré-hospitalar móvel, são exemplos disso. "Saúde é alvo de tratamento em diversas outras situações que não poderiam ser desprestigiadas unicamente por não serem desenvolvidas no ambiente hospitalar", ressaltou o ministro.

O pedido da trabalhadora contratada pelo Município de Araioses (MA) foi deferido na primeira instância, após o laudo pericial constatar que a agente comunitária de saúde fazia jus ao pagamento do adicional de insalubridade em grau médio, na base de 20%. Porém, após recurso do empregador, o TRT da 16ª Região (MA) excluiu o adicional da condenação.

A fundamentação foi de que, como a agente realizava seu trabalho na comunidade, o adicional era indevido. Para seu pagamento, segundo o TRT, o Anexo 14 da Norma Regulamentadora (NR) 15, do Ministério do Trabalho e Emprego, estabeleceria que as atividades as quais envolvam agentes biológicos deveriam ocorrer em locais tais como "hospitais, serviços de emergência, enfermarias, ambulatórios, postos de vacinação e outros estabelecimentos destinados aos cuidados da saúde humana".

Insatisfeita com a decisão, a trabalhadora recorreu ao TST. Ao julgar o caso, a Sétima Turma proveu o recurso, reconhecendo-lhe o direito e reformando o acórdão regional. De acordo com o ministro Vieira de Mello, a função desempenhada pela autora a coloca em contato com vários tipos de doenças, inclusive as infectocontagiosas, pois o trabalho prestado em visitas periódicas às residências das pessoas envolve conversas e administração de medicamentos, expondo-a a risco.

Quanto ao Anexo 14 da NR 15, o relator entende que a norma considera praticantes de atividades insalubres as pessoas em contato com pacientes em hospitais, serviços de emergência, enfermarias, ambulatórios, postos de vacinação e qualquer outro lugar destinado ao cuidado da pessoa, "o que inclui sua residência".

Processo: RR - 44800-78.2009.5.16.0018


Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS

Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
Jornal dos ACS e ACE: bit.ly/MNASJornal
MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude 
No Grupo Yahoo!: br.groups.yahoo.com/group/agentedesaude 
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum 
Blog da MNAS: www.agentesdesaude.com.br
Fonte: ultimainstancia.uol.com.br

Em greve, servidores municipais fazem protesto em Belo Horizonte

Cerca de 1,4 mil trabalhadores participam da manifestação, informou a PM.
Paralisação da categoria foi decretada na última terça-feira (30).

 Uma manifestação reuniu cerca de 1,4 mil servidores municipais no Centro de Belo Horizonte nesta terça-feira (30), informou a Companhia de Policiamento do Trânsito (Cptran). No início da tarde, eles se concentraram em frente à Prefeitura de Belo Horizonte, na Avenida Afonso Pena, depois de passarem pela Praça da Estação. Os servidores entraram em greve nesta terça, após assembleia.

Eles reivindicam reajuste salarial de 22% e melhores condições de trabalho. Profissionais das áreas de administração, fiscalização, da Superintendência de Limpeza Urbana (SLU), da Saúde e da Educação integram a paralisação. No dia 13 de março, o Sindicato dos Servidores Públicos de Belo Horizonte (Sindibel) entregou para a prefeitura uma pauta com 11 reivindicações.

Segundo a PBH, uma proposta de reajuste salarial para este ano foi apresentada na última quinta-feira (25). O acordo inclui reajuste de 6,2% no vencimento base de todos os servidores, mais o reajuste de 6,67% no vale-refeição.

O sindicato informou que os servidores não aceitaram o acordo, alegando que a proposta não concede “nada de reajuste em praticamente todo o ano de 2013”.

 Os servidores pedem também reajuste do vale-alimentação para R$ 25 e a abertura de concursos públicos para pôr fim à terceirização na prefeitura. No dia 18 de abril, os trabalhadores já haviam feito um protesto. Eles caminharam da Praça da Estação em direção à Praça Sete, no Centro de Belo Horizonte.

Ainda segundo os manifestantes, o percentual de 22% foi estipulado porque, segundo eles, os vereadores tiveram um reajuste salarial de 38% em quatro anos, enquanto os servidores municipais conseguiram 18%. Os sindicalistas pegaram esse percentual e os índices da inflação e chegaram aos 22%.

Devido à greve, escolas e postos de saúde funcionam em escala reduzida nesta terça-feira (30). Em alguns locais, os alunos precisaram voltar para casa.

A administração municipal informou que conseguiu uma liminar na Justiça para que os manifestantes só ocupem um terço da pista das ruas e avenidas durante protesto no perímetro da Avenida do Contorno, sob pena de pagar multa de R$ 100 mil por dia.

De acordo com a Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), a manifestação foi encerrada por volta das 13h30, com a liberação da via e a normalização do tráfego.

Prefeitura de Belo Horizonte
A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) informou, por meio de nota, que os salários dos servidores foram reajustados nos últimos anos em índices que, na maioria das vezes, superaram os da inflação do período. A última parcela do reajuste foi concedida, segundo a administração pública, a partir de novembro de 2012.

A PBH disse, ainda, que oferece vale-refeição no valor de R$ 15 por dia. Segundo a prefeitura, discussões sobre a política de remuneração com os sindicatos e servidores são realizadas constantemente. A administração pública reforça também que dispõe de mesa de negociação permanente para o debate das demandas de seus servidores.

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS

Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
Jornal dos ACS e ACE: bit.ly/MNASJornal
MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude 
No Grupo Yahoo!: br.groups.yahoo.com/group/agentedesaude 
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum 
Blog da MNAS: www.agentesdesaude.com.br
Fonte: g1.globo.com/minas-gerais 

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Mata Sul de Pernambuco funda o SINDACSE-PE


Posse da diretoria executiva do SINDACSE-PE

Ontem, pela manhã, na cidade de Palmares (PE), em Assembleia geral extraordinária foi dada a posse a primeira diretoria do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias da Mata Sul de Pernambuco  - SINDACSE-PE. A posse ocorreu após a votação em assembleia formada pelos Agentes Comunitários de Saúde e de Combate às Endemias de diversas cidades da Mata Sul de Pernambuco, ao todo são 23 municípios coberto pelo novo sindicato, tendo como seu 1º presidente, Domes Filho.

Pauta
Fundação do SINDACSE-PE;
Aprovação do estatuto social; Eleição e posse da diretoria executiva e conselho fiscal; Assuntos gerais da categoria


Momento de convocação para composição da mesa do evento

MNAS presente na fundação do SINDACSE-PE 

A coordenação da Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde (ACS/ACE) MNAS esteve presente, na pessoa de Samuel Camelo, juntamente com o seu consultor sindical, diretor executivo do SINDACS-PE e coordenador do Fórum dos servidores do Recife, Ednaiptan de Souza Siva e a coordenadora do Centro de Integração de Educação e Saúde – CIES, da 1ª Gerência Regional de Saúde - GERES, Maria Betânia, além da presença de diversas lideranças, entre as quais a presidente da Associação Municipal dos Agentes Comunitários de Saúde - AMACS, Ana Régia, e a sua vice-presidente, Fátima de Santana, Milu, presidente do Sindicato dos ACS e ACE do Médio Agreste e Sertão do Estado de PE  - SIDRAS e Geane Gonçalves, diretora da CUT-PE. Também estiveram presentes os parlamentares: vereador Luciano João dos Santos, agente de saúde da cidade de Lajedo e o vereador Givanildo Marques dos Santos de Palmares.


Vereador Luciano João dos Santos

Parlamentar de Lajedo reconhece trabalho desenvolvido pelo consultor sindical da MNAS

O vereador da cidade pernambucana de Lajedo, Luciano João dos Santos, após cumprimentar a todos, de forma exultante, destacou a importância do trabalho desenvolvido pelo consultor sindical da MNAS, Ednaiptan de Souza Siva. O vereador comentou que a construção do SINDACSE-PE não teria sido possível se não fosse o trabalho desenvolvido por Ednaiptan.
O que muita gente não sabe é que Ednaiptan e Samuel Camêlo foram responsáveis pela fundação de diversos sindicatos em muitos estados brasileiros.


Um dos momentos da votação da assembleia

SINDACSE-PE a força que vem do Mata SUL de Pernambuco

O SINDACSE-PE nasceu filiado a Central Única dos Trabalhadores – CUT e com 23 municípios da Mata Sul do estado de Pernambuco, portanto, já nasce forte. A referida região esteve em evidência recentemente por meio da divulgação da situação da categoria em Barreiro.
Estiveram presente na assembleia extraordinária  de fundação os ACS e ACE  dos seguintes municípios: Água Preta, Palmares, Joaquim Nabuco, Gameleira, Ribeirão, Escada, Cortez, Amaraji, Primavera, Barreiros, São José da Coroa Grande, Tamandaré, Rio Formoso, Sirianhaem, Xexéu, Catende, Belém de Maria, Lagoa dos Gatos, Jaqueira Maraial, São Benedito do Sul e Quipapá.

Município de Barreiro um referencial para todo o Brasil

No início dessa semana divulgamos um contracheque de um agente de saúde. Nele estava registrado o valor do salário percebido pelo profissional, ou seja, o Salário Base de 1.379,20 e o bruto 1.861,92. É isso mesmo! Não há nenhum engano. O município de Barreiros, que possui uma população estimada em  40 720 habitantes e que possui uma área de apenas 229,84 km², situado a 102 km da capital Recife, paga um dos melhores salários do país aos seus agentes de saúde.
Não é possível desassociar esse referencial de valorização da luta da categoria por melhores condições laborativas. Agora com a criação do SINDACSE-PE a tendência é que as conquistas obtidas em cada um dos 23 municípios, que o compõe ,sejam compartilhadas entre eles entre si.


Guerreiras da luta pela coletividade de Caruaru

Receptividade dispensada aos membros da MNAS

A receptividade manifesta por todos os colegas da cidade de Palmares, em especial do presidente do SINDACSE-PE  foi algo que merece destaque. Apesar da tensão que um evento de tamanha magnitude pode proporcionar, a nossa comitiva foi bem recebida.
A nobre amiga de luta Ana Régia, presidente da AMACS-Caruaru e a sua vice-presidente, Fátima de Santana, também nos receberam com bastante entusiasmo e motivação.


População da Mata Sul de Pernambuco com mais saúde

Com a criação do SINDACSE-PE e a tendência de ampliação de conquistas trabalhistas, a população da Mata Sul do estado será a qualidade dos serviços prestados pelos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às endemias ampliadas. A máxima que diz que “trabalhador satisfeito produz mais,” também é cabível ao caso dos servidores públicos. A satisfação dos funcionários com melhores condições de trabalho, indubitavelmente, refletirão na qualidade dos serviços prestados a sociedade. Por sua vez, os municípios terão todos os reflexos positivos possíveis, conforme o quadro estabelecido.

Domes, presidente do SINDACSE-PE (o 2º da esquerda para a direita)


Fala de Fátima Lima, importante representante da  categoria da Mata Sul do estado de PE.


Da esquerda para a direita: Givanildo Marques dos Santos, vereador de Palmares e  Luciano João dos Santos, vereador da cidade de Lajedo.

Fala de Domes, presidente do SINDACSE-PE.




Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)
Twitter: twitter.com/AgentesdeSaude
Jornal dos ACS e ACE: bit.ly/MNASJornal
MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude 
No Grupo Yahoo!: br.groups.yahoo.com/group/agentedesaude 
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum 
Fonte: www.agentesdesaude.com.br